Fantasma


Dobrar o lençol

acalma

mas não mata

o fantasma

No abstrato

de seu corpo

vivem lembranças

São como líquido

infiltrado nas trincas

paredes

descendo pelas torneiras

São rio

São mar

Não se apaga

a memória da água

______________________________

Alberto Bresciani — Nasceu no Rio de Janeiro. Vive em Brasília. Publicou Incompleto movimento (José Olympio Editora, 2011) e Sem passagem para Barcelona (José Olympio Editora, 2015). Integra antologias e tem prosa e poesia em sites, blogs e portais da internet e em jornais e revistas literárias.

#poema #AlbertoBresciani

Destaques
Recentes
Arquivo
Busca por Tags
 
Nenhum tag.